TEATRO
9 – 18 mar

Banda Sonora

Uma criação de Ricardo Neves-Neves e Filipe Raposo
Sala Luis Miguel Cintra
Quarta a sábado, 21h; domingo, 17h30

Sinopse

Teatro – ESTREIA
9 – 18 mar
BANDA SONORA
Uma criação de Ricardo Neves-Neves e Filipe Raposo
Quarta a sábado, 21h; domingo, 17h30
Sala Luis Miguel Cintra
M/14
€12 - €15 (com descontos €5 - €10,50)
Duração: 1h30

18 mar, domingo, 17h30: 
LGP – sessão com interpretação em língua gestual portuguesa
AD – sessão com audiodescrição
Conversa com a equipa artística após o espetáculo, moderada por Rui Pina Coelho (docente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)

Em Banda Sonora é a composição musical que despertará uma ideia de encenação/ambiente e por conseguinte um texto. O ponto de partida será, portanto, a banda sonora e a composição musical criada pelo pianista, compositor e orquestrador Filipe Raposo. A existência da música e as experiências quer com os músicos quer com as vozes criará uma determinada atmosfera. O elenco conta com seis actrizes/cantoras, divididas em três naipes distintos. Os três pares de semelhanças vocais é também caracterizado por semelhanças físicas. O trabalho vocal será dirigido por João Henriques, sofrendo ainda um tratamento vocal digital em tempo real. Desde 2015, com A Batalha de Não Sei Quê, que Ricardo Neves-Neves não encenava um texto seu.

Texto e Encenação: Ricardo Neves-Neves;Composição e Orquestração: Filipe Raposo;Interpretação: Ana Valentim,Joana Campelo, Márcia Cardoso, Rita Cruz, Sílvia Figueiredo e Tânia Alves , e Orquestra Metropolitana de Lisboa: Ágnés Sarosi, Alexêi Tolpygo, Ana Cláudia Serrão, Carlos Damas, Catarina Gonçalves, César Nogueira, Daniela Radu, Diana Tzonkova, Elena Komissarova, Ercole de Conca,Fernando Llopis, Irma Skenderi, Janete Santos,Jerôme Arnouf, Joana Dias, Joana Tavares, Joel Vaz, Jorge Camacho, Lurdes Carneiro, Marco Fernandes, Micaela Sousa, Nuno Abreu, Nuno Silva, Nuno Tiago, Rodrigo Carreira, Rafaela Oliveira, Romeu Madeira, Sally Dean, Sara Sá,Sérgio Charrinho,Sérgio Sousa, Tatiana Leonor,Valentin Petrov, Vladimir Kouznetsov; Maestro:Cesário Costa; Direção vocal: João Henriques;Sonoplastia: Sérgio Delgado; Desenho de luz:Pedro Domingos; Cenografia: Henrique Ralheta;Assistente de Cenografia: Sebastião Soares;Figurinos: Rafaela Mapril; Confeção de Guarda-Roupa: Ana Sabino Atelier e Mónica Félix;Caracterização: Cidália Espadinha; Assistentes de caracterização: Beatriz Pessoa,Bruno Saavedra, Dennis Correia, Màrcia Filipe e Mariana Capinha. Coreografia e Movimento:Sónia Baptista; Fotografias: Alípio Padilha;Assistência de Encenação: Rafael Gomes;Segundos assistentes de encenação: Cristiana Simões, Diana Matias e Solange Brás;Produção/Comunicação: Mafalda Simões

Coprodução: Cine-Teatro Louletano, Teatro do Eléctrico e São Luiz Teatro Municipal

Teatro do Eléctrico estrutura financiada pelo Governo de Portugal - Ministério da Cultura/ Direção-Geral das Artes e pela Câmara Municipal de Loulé / Cine-Teatro Louletano

Agradecimentos: Alice Barrozinha, Ana Mesquita Marques, João Almeida, Marco Costa, Pedro Pulido Valente, Rua das Gaivotas6, Sandra Figueiredo, Sara Duarte, Trindade Armindo. 

Parceiros do Teatro do Eléctrico

Sinopse

Teatro – ESTREIA
9 – 18 mar
BANDA SONORA
Uma criação de Ricardo Neves-Neves e Filipe Raposo
Quarta a sábado, 21h; domingo, 17h30
Sala Luis Miguel Cintra
M/14
€12 - €15 (com descontos €5 - €10,50)
Duração: 1h30

18 mar, domingo, 17h30: 
LGP – sessão com interpretação em língua gestual portuguesa
AD – sessão com audiodescrição
Conversa com a equipa artística após o espetáculo, moderada por Rui Pina Coelho (docente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)

Em Banda Sonora é a composição musical que despertará uma ideia de encenação/ambiente e por conseguinte um texto. O ponto de partida será, portanto, a banda sonora e a composição musical criada pelo pianista, compositor e orquestrador Filipe Raposo. A existência da música e as experiências quer com os músicos quer com as vozes criará uma determinada atmosfera. O elenco conta com seis actrizes/cantoras, divididas em três naipes distintos. Os três pares de semelhanças vocais é também caracterizado por semelhanças físicas. O trabalho vocal será dirigido por João Henriques, sofrendo ainda um tratamento vocal digital em tempo real. Desde 2015, com A Batalha de Não Sei Quê, que Ricardo Neves-Neves não encenava um texto seu.

Texto e Encenação: Ricardo Neves-Neves;Composição e Orquestração: Filipe Raposo;Interpretação: Ana Valentim,Joana Campelo, Márcia Cardoso, Rita Cruz, Sílvia Figueiredo e Tânia Alves , e Orquestra Metropolitana de Lisboa: Ágnés Sarosi, Alexêi Tolpygo, Ana Cláudia Serrão, Carlos Damas, Catarina Gonçalves, César Nogueira, Daniela Radu, Diana Tzonkova, Elena Komissarova, Ercole de Conca,Fernando Llopis, Irma Skenderi, Janete Santos,Jerôme Arnouf, Joana Dias, Joana Tavares, Joel Vaz, Jorge Camacho, Lurdes Carneiro, Marco Fernandes, Micaela Sousa, Nuno Abreu, Nuno Silva, Nuno Tiago, Rodrigo Carreira, Rafaela Oliveira, Romeu Madeira, Sally Dean, Sara Sá,Sérgio Charrinho,Sérgio Sousa, Tatiana Leonor,Valentin Petrov, Vladimir Kouznetsov; Maestro:Cesário Costa; Direção vocal: João Henriques;Sonoplastia: Sérgio Delgado; Desenho de luz:Pedro Domingos; Cenografia: Henrique Ralheta;Assistente de Cenografia: Sebastião Soares;Figurinos: Rafaela Mapril; Confeção de Guarda-Roupa: Ana Sabino Atelier e Mónica Félix;Caracterização: Cidália Espadinha; Assistentes de caracterização: Beatriz Pessoa,Bruno Saavedra, Dennis Correia, Màrcia Filipe e Mariana Capinha. Coreografia e Movimento:Sónia Baptista; Fotografias: Alípio Padilha;Assistência de Encenação: Rafael Gomes;Segundos assistentes de encenação: Cristiana Simões, Diana Matias e Solange Brás;Produção/Comunicação: Mafalda Simões

Coprodução: Cine-Teatro Louletano, Teatro do Eléctrico e São Luiz Teatro Municipal

Teatro do Eléctrico estrutura financiada pelo Governo de Portugal - Ministério da Cultura/ Direção-Geral das Artes e pela Câmara Municipal de Loulé / Cine-Teatro Louletano

Agradecimentos: Alice Barrozinha, Ana Mesquita Marques, João Almeida, Marco Costa, Pedro Pulido Valente, Rua das Gaivotas6, Sandra Figueiredo, Sara Duarte, Trindade Armindo. 

Parceiros do Teatro do Eléctrico

Críticas

Não existem críticas.

Preçário

0

Descontos

50% 
Cartão Maria&Luiz
Menores de 30 Anos (1ª Plateia; Camarotes Centrais e 1º Balcão Central)
Maiores de 65 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, desempregados,estudantes, profissionais do espetáculo, funcionários da CML e Empresas Municipais 

30% 
Grupos de 10 pessoas ou mais

20% 
Protocolos e acordos

€5
Menores de 30 Anos (2ª Plateia; Frisas; 2º Balcão e Camarotes de 2ª)

Nota: É favor fazer-se acompanhar de um documento que comprove o desconto à entrada.

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook