Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

NETOS DE GUNGUNHANA

Teatro O Bando
Texto Mia Couto Encenação João Brites
Datas e Horários

25 outubro a 11 novembro
quarta a sábado, 21h
domingo, 17h30

 

Conversa com os artistas:
domingo, 28 outubro, após o espetáculo

 

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Preço

€12 a €15 com descontos

Classificação

M/12

Acessibilidade
Língua Gestual Portuguesa Audiodescrição

domingo, 28 outubro, 17h30

Descrição

A nova criação do Teatro O Bando é uma colaboração entre artistas portugueses, brasileiros e moçambicanos, baseada na trilogia de Mia Couto As Areias do Imperador. Netos de Gungunhana reflete sobre as pequenas teias de poder presentes na mais pequena forma de sociedade, a família, que de modo progressivo se vão estendendo às tribos, cidades, países e federações. Este espetáculo constrói-se a partir da figura de Gungunhana, o último imperador moçambicano que, para alguns, foi um herói e um salvador e, para outros, um ditador e um pesadelo, assumindo-se em palco a realidade como um conjunto de diferentes pontos de vista. Questionam-se, assim, os colonialismos, os históricos e os de todos os dias, as manipulações domésticas e os líderes de fachada e também as manobras de um poder manietado na sombra, à vista de todos. Netos de Gungunhana é um projeto que ultrapassa fronteiras. Fronteiras do tempo e do espaço. Fronteiras do olhar.

Ficha Técnica

Criação Teatro O Bando Texto Mia Couto Dramaturgia Miguel Jesus Encenação e cenografia João Brites Música Jorge Salgueiro Corporalidade Giselle Rodrigues Figurinos Clara Bento Desenho de luz Guilherme Noronha Interpretação Alice Stefânia, Bruno Huca, Diego Borges, Fernando Santana, Raul Atalaia, Rita Couto, Sufaida Moyane, Suzana Branco e Té Macedo Grupos parceiros Fundação Fernando Leite Couto, Teatro do Instante Apoio Instituto Camões, FUNDAC – Moçambique e UNDANDY Coprodução Teatro O Bando e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides