Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

It Was Dark Inside the Woolf – Primeira Memória

Sara Carinhas
Datas e Horários

27 março a 4 abril
segunda a quarta, sexta e sábado, 20h; quinta, 19h; domingo, 16h

Local

Sala Mário Viegas

Classificação

A classificar pela CCE

Acessibilidade
Língua Gestual Portuguesa

4 abril, domingo, 16h

Descrição

“Hamlet ou um quarteto de Beethoven é a verdade acerca desta enorme massa a que chamamos mundo. Porém, não existe nenhum Shakespeare, não existe nenhum Beethoven; com toda a certeza e enfaticamente, não existe nenhum Deus; nós somos as palavras; somos a música; somos a coisa em si mesma”, escrevia Virginia Woolf no seu diário, em 16 de abril de 1939. Em junho de 2020, quase um ano antes de estrear It Was Dark Inside the Woolf – Primeira Memória, aquela que é a sua terceira visita ao mundo da escritora britânica, Sara Carinhas escreve: “Despeço-me de um ciclo dedicado a Virginia Woolf e inicio o que antevejo como trilogia sobre a memória. Não, não sobre memória mas sobre o medo de esquecer. O medo da não-inscrição das coisas. Nesta primeira parte, ou primeira memória, faço-me acompanhar pelos textos não-ficcionais de Woolf e suas reflexões sobre o ato e o espaço da escrita e da leitura. Existem por lá palavras suas que me ajudam a falar agora.”

 

Ficha Técnica

Criação e interpretação Sara Carinhas Música Madalena Palmeirim Figurinos Mariana Sá Nogueira Coprodução Causas Comuns e São Luiz Teatro Municipal /// A Causas Comuns é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal – Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides