Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

Acessibilidade

©Estelle Valente

 

O Teatro São Luiz orgulha-se de ter a acessibilidade como uma das suas prioridades. Todos os dias, em várias áreas, trabalhamos para chegar perto do nosso público e para ultrapassar as dificuldades que possam existir nesta ligação aos nossos espectadores. O objetivo é um: abrir as portas ao maior número de pessoas para que possam fruir, da melhor maneira, os nossos espetáculos e toda a experiência que significa vir ao Teatro.

Língua Gestual Portuguesa

Desde 1997 que a LGP é uma das línguas oficiais de Portugal e desde 2007 que o São Luiz a integra na sua programação, a pensar na comunidade Surda.

Audiodescrição

Possibilitamos que pessoas com deficiência visual assistam aos nossos espetáculos de forma plena e autónoma através da descrição objetiva de todas as informações que apreendemos visualmente (expressões faciais, ambiente cénico, etc.) e também do reconhecimento prévio do palco.

 

Sessões Descontraídas

Nas sessões descontraídas, adaptamos os conteúdos às necessidades da plateia e tornamos a atmosfera dentro da sala mais acolhedora, através de uma maior tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho. São, por isso, sessões abertas a todos os espectadores, incluindo aqueles que têm condições do espetro autista ou deficiência intelectual, sensorial ou de comunicação, sempre respeitando a classificação etária.

 

Conversas com os Artistas

Gostamos de conhecer os pressupostos, as inspirações e as motivações dos espetáculos que apresentamos no São Luiz. É por isso que na maioria das vezes organizamos conversas com as equipas artísticas, normalmente depois de uma das sessões, de forma a incentivar o diálogo entre artistas e espectadores.

 

Bilhete Suspenso

Ao comprar um bilhete com o valor fixo de €7, este fica suspenso na bilheteira e possibilita a vinda ao Teatro de pessoas apoiadas pelas associações parceiras do São Luiz.

Visitas aos bastidores

Com frequência, fazemos visitas guiadas gratuitas para escolas, parceiros e grupos carenciados, pela mão de quem cá trabalha. Um percurso pelas salas e bastidores, para conhecer os cantos à casa e as histórias deste Teatro e de quem por cá passou.

Linguagem acessível nos materiais impressos

Sempre com uma linguagem descontraída, acreditamos que esta é uma forma de chegar mais diretamente aos espectadores. A leitura da folha de sala, por exemplo, feita antes ou depois da visualização do espetáculo, abre novas perspetivas sobre o objeto artístico, desvendando processos, propósitos e metodologias de trabalho. Para isso contribui ainda o grafismo, a edição e a composição dos textos tendo em conta as condições de leitura antes do início dos espetáculos, sobretudo o reduzido tempo disponível e a baixa iluminação. A composição gráfica do texto procura integrar os parâmetros máximos de legibilidade: letra serifada para maior diferenciação de todos os caracteres, texto preto sobre fundo branco, corpo de letra generoso (12 pts) e composição em duas colunas, garantindo um máximo de 5/6 palavras por cada linha e uma leitura mais rápida e fluida.