Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

20.20

Circolando
©José Caldeira
Este evento já decorreu
Datas e Horários

29 outubro a 1 novembro
quinta, 20h; sexta e sábado, 21h; domingo, 17h30

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Duração

1h15

Preço

€12 a €15 (com descontos)

Classificação

M/12

Descrição

SESSÃO DE DOMINGO CANCELADA

Devido ao facto de um dos elementos do elenco ter testado positivo à Covid-19, a sessão de 1 de novembro às 17h30 foi cancelada.

Pode obter a devolução do valor do seu bilhete presencialmente na bilheteira do Teatro São Luiz ou à distância, contactando a bilheteira através do nr 213 257 650 ou e-mail bilheteira@teatrosaoluiz.pt.

 

 

Na celebração dos 20 anos de criação de André Braga e Cláudia Figueiredo e indo buscar inspiração ao conceito de corpo-arquivo desenvolvido por André Lepecki, o espetáculo 20.20 toma como ponto de partida o trabalho sobre o arquivo de movimentos, textos e motes de pesquisa desta dupla de criadores. Querendo total distância de uma abordagem nostálgica ou revivalista, o princípio é o de “identificar no trabalho passado campos criativos não esgotados de novas possibilidades”, fazendo uma “invenção radical de novas vidas e desdobramentos para o material original”. Como nos explicam: “Interessa-nos muito o trabalho nas zonas de sombra da memória e toda a filosofia da história que defende uma outra conceção de tempo, assente na abordagem cruzada do passado-presente-futuro. Interessa-nos uma certa semelhança entre o locus da memória e do sonho e esse exercício de turbilhonar o passado, dando lugar a ‘uma nuvem flutuante de afetos’, uma paisagem brumosa de onde emergem corpos, vozes dispersas, matérias pulsantes que reclamam novas existências”.

FOLHA DE SALA

Volt #0 2020
Corpo-arquivo

Edição: Circolando

Em celebração dos 20 anos, a Circolando propõe uma nova linha de atuação: a publicação de dossiers temáticos, sob assinatura Volt.
Nesta primeira edição, refletimos sobre como os discursos criam os objetos dos quais falam e como estes discursos acabam por instaurar uma forte noção de corpo poder, continuamente estruturada sobre invisibilidades naturalizadas enquanto inexistência. Um olhar para além do biográfico, pautado por desdobramentos que nos convida a manipular um corpo-memória-futuro.
O arquivo é uma constante unidade de tensão. Desfrutem.

à venda na bilheteira do teatro

PVP € 7,50

Ficha Técnica

Direção artística André Braga e Cláudia Figueiredo Cocriação e interpretação Ana Isabel Castro, André Braga, Bruno Senune, Costanza Givone, Daniela Cruz, Félix Lozano, Ricardo Machado Música Rui Lima e Sérgio Martins Live act Rafael Maia Luz Cárin Geada Espaço André Braga e Sandra Neves Figurinos Flávio Rodrigues Realização plástica Sandra Neves e Pedro Coutinho Direção de produção Ana Carvalhosa Produção executiva e Direção de cena Cláudia Santos Palco e Montagem Pedro Coutinho Coprodução Circolando, TNSJ, CMA/Teatro Aveirense e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides
PAIS & FILHOS, DE PEDRO PENIM: ESTREIA A 24 SETEMBRO (+ DATAS EXTRA) ×

Seguindo as diretrizes da DGS, as sessões do espetáculo PAIS & FILHOS estão canceladas até 23 de setembro. A estreia está agora marcada para 24 de setembro, sexta-feira, às 20h, e, a partir desta data, há récitas todos os dias até 3 outubro.

Saber Mais