Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

BLOOMING

Marco Martins
©EGEAC – Teatro São Luiz, Estelle Valente
Datas e Horários

8 a 16 junho
quinta a sábado e segunda, 20h; domingo, 17h30

Local

Palco da Sala Luis Miguel Cintra

Duração

1h30 aprox.

Preço

€12 (com descontos) | (Abrangido pelo Passe Cultura - o Passe Cultura está disponível apenas na bilheteira do Teatro)

Classificação

M/14

Acessibilidade

Falado em português e inglês, com legendas em ambas as línguas.

Descrição

A partir de um convite da Arts Over Borders, líder do projeto Ulisses: uma odisseia europeia, Marco Martins apresenta uma peça que parte desta obra de Joyce, inspirada na Odisseia de Homero, em que se celebra o comum, o quotidiano e os pensamentos que preenchem continuamente a mente humana, a partir do que acontece em 24 horas a um herói do dia-a-dia. Realizador de teatro e cinema com uma longa carreira e experiência de trabalho com comunidades específicas de não-atores, Marco Martins tem-se interessado por extensos processos criativos nos quais parte de experiências de vida e histórias individuais para chegar a objetos artísticos em que estas histórias se tornam de todos, ecoando através de um resultado além da soma das partes. O binómio velho/novo, de enorme importância na vida de cada um, apela a questões básicas como a ancestralidade, a transformação, o apoio, a valorização e a sabedoria, que embora muitas vezes invisíveis ou desprezadas, estão cada vez mais presentes. A possibilidade de encarar o envelhecimento da população como uma crise ou uma oportunidade está intimamente ligada à questão da memória e do que é importante preservar ou inventar. O capítulo atribuído a Lisboa decorre num abrigo, pelo que Marco Martins volta a trabalhar com um elenco não profissional para criar uma peça que parte das circunstâncias e experiências de um grupo de jovens que vivem em instituições de acolhimento, longe das suas famílias. O autor propõe uma releitura da obra de Ulisses em que o regresso a casa (lar), de Bloom, e a sua odisseia de 24  horas pelas ruas de Dublin ganha uma nova dimensão.

 

Neste espetáculo usa-se luz estroboscópica.

Ficha Técnica

Criação e Encenação Marco Martins A partir de Ulisses, de James Joyce e Annie Ernaux, B Fachada, Charles Bukowski, Charles Dickens, Djaimilia Pereira de Almeida, Frederick Wiseman, G.K. Chesterton, Georges Didi-Huberman, Kae Tempest, Lucia Berlin, Manuel Vilas, Pablo Neruda, Paul Bloom, W.G. Sebald Com Robert Elliot e Caetano Machado, Fátima Costa, Halia Silva, Ian Parada, Liria Costa colagem sonora Marco Martins com música original Miguel Abras Desenho de luz Nuno Meira desenho e acompanhamento construção cenário João Rey decoração cenário Nádia Henriques construção cenário STAY ON THE SCENE Sonoplastia e Operação de som Vítor Santos Assistência de Encenação e Apoio à Dramaturgia Rita Quelhas apoio ao movimento Nádia Fabrici Workshops Liam Brown, Marco da Silva Ferreira, Marta Coutinho, Nuno Lopes e Sean Doran design gráfico CASH & CARRY STUDIO Administração Arena Marta Delgado Martins produção executiva Flávio Catelli Coordenação de projeto e Direção de Produção Mariana Brandão Residências artísticas André Cepeda e Isabel Cordovil Texto publicação Gonçalo M. Tavares Colaboração Escola Profissional Bento De Jesus Caraça e Instituto dos Ferroviários – Barreiro Apoio Fundação Calouste Gulbenkian,  Direção-Geral das Artes e Embaixada da Irlanda – Portugal Coprodução Ulysses, European Odyssey-Creative Europe, Théâtre De Liège – Prospero Extended Theatre, Auditório Municipal Augusto Cabrita/Câmara Municipal do Barreiro, Arena Ensemble e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides