Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

Cabraqimera

Catarina Miranda
©José Caldeira
Datas e Horários

29 outubro
ssábado, 20h

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Duração

1h30 aprox.

Preço

€12 a €15 (com descontos)

Classificação

M/12

Descrição

Catarina Miranda tem vindo a desenvolver e apresentar projetos de criação maioritariamente para palco, trabalhando com linguagens que intercetam dança, voz, cenografia e luz, abordando o corpo como um veículo de transformação hipnagógica e de consciência do presente. Ao São Luiz traz Cabraqimera, peça de dança para um quarteto em patins, que aborda uma contemporaneidade simultaneamente física e tecnológica, onde um sistema de organização espacial, baseado em desportos de velocidade, estabelece um conjunto de códigos de ocupação, interceções e encontros. A dimensão plástica e hipnótica do gesto é evidenciada por um sistema lumínico que revela espaços negativos e positivos, projetando o corpo para uma alteridade extrema e abrindo o terreno para a ficção.

FOLHA DE SALA
(espetáculo reagendado)

Ficha Técnica

Direção artística Catarina Miranda Performance e Cocriação coreográfica Duarte Valadares, Francisca Pinto, Lewis Seivwright, Madalena Pereira Desenho de luz Letícia Skrycky Operação de Luz Leticia Skrycky, Santiago Tricot Composição sonora Lechuga Zafiro Desenho e Operação de Som José Arantes Figurinos Simão Bolivar Suporte dramatúrgico Cristina Planas Leitão (TMP), Jonathan Saldanha Produção e Difusão Materiais Diversos Produção executiva João Brojo Coprodução Materiais Diversos (Lisboa/PT), SOOPA (Porto / PT); TMP (Porto / PT); Walk&Talk (Açores/ PT); CND Centre Nacional de la Danse (Paris, FR), ICI-CCN Montpellier – Occitanie (Projeto Life Long Burning apoiado pela Comissão Europeia — Montpellier / France) /// Projeto financiado pela DGARTES/ Governo de Portugal e pela Rede 5 Sentidos (C.C. Vila Flor, TAGV, T.M.Guarda, Cine-Teatro Louletano, Teatro Micaelense, T.M.Porto, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Nacional São João, Teatro Viriato).

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides