Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

Cara de Espelho

©Lucas Tavares
Datas e Horários

29 novembro
sexta, 20h

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Preço

€7 a €22 | (Não Abrangido pelo Passe Cultura)

Classificação

M/6

Descrição

Cara de Espelho resulta do encontro de alguns dos nomes que marcaram a música portuguesa nos últimos anos: Deolinda, Ornatos Violeta, Gaiteiros de Lisboa, A Naifa, Humanos, entre outros. O ponto de partida são as palavras e composições de Pedro da Silva Martins (autor e compositor de Deolinda, Ana Moura, António Zambujo, Lena d’Água), às quais se associam as construções de instrumentos de Carlos Guerreiro (Gaiteiros de Lisboa, José Afonso, Fausto, GAC), o baixo de Nuno Prata (Ornatos Violeta), as guitarras de Luís J. Martins (Deolinda, António Zambujo, Cristina Branco) e as percussões de Sérgio Nascimento (Sérgio Godinho, David Fonseca, Humanos, Deolinda) para servir a voz inconfundível de Maria Antónia Mendes (A Naifa, Señoritas). Servindo como porta de entrada para a sonoridade do grupo, os dois singles de estreia Corridinho Português e Político Antropófago desvendam uma identidade sonora e poética devedora da riqueza da música popular e tradicional portuguesa, da acutilância crítica dos seus poetas e cantautores, mas os olhos postos num futuro que exige renovação, intervenção e compromisso com o mundo.

O Cara de Espelho / assim batizado / traz os defeitos dos outros / espelhados….” É o mote de um dos temas, que resume todo o conceito da banda: cada canção é o reflexo das virtudes ou defeitos, das fraquezas, dos pequenos ou grandes poderes, dos tiques, dos vícios, disto que é ser cidadão ou, no sentido lato, do que é ser humano.

 

 

Ficha Técnica

Maria Antónia Mendes Voz Carlos Guerreiro Sopros, Percussões Luis J. Martins Guitarras Pedro da Silva Martins Guitarras Nuno Prata Baixo Sérgio Nascimento Bateria, Percussões Nélson Carvalho Técnico de som Tela Negra Iluminação Pedro Borges  Técnico de palco Produção Locomotiva Azul Coapresentação Locomotiva Azul e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides