Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

Retábulo

MIGUEL CASTRO CALDAS
©Estelle Valente
Datas e Horários

13 a 24 março
quarta a sábado, 19h30; domingo, 16h

 

Escolas:
20 a 22 março
quarta a sexta, 14h30
€3 aluno (gratuito para acompanhantes)
(por marcação: escolas@teatrosaoluiz.pt)

Local

Sala Mário Viegas

Preço

€12 (com descontos)

Classificação

A classificar pela CCE
Público-alvo: Ensino Secundário e Universitário

Acessibilidade
Língua Gestual Portuguesa

24 março, domingo, 16h

Descrição

Às vezes é preciso ver um primeiro cogumelo para se reparar que a floresta está repleta deles. Mas há quem atravesse a floresta sem nunca ver nenhum. Também há florestas sem cogumelos e também há quem não consiga ver o Retábulo apesar de estar bem à frente dos nossos olhos. Este é um espetáculo maravilhoso que é visível para uns e invisível para outros. De quem é a culpa? Dos cegos ou de quem vê demais?

 

 

Apoio à divulgação 

 

O recurso de Língua Gestual Portuguesa no Teatro São Luiz tem o apoio de

Ficha Técnica

Criação, Direção e Texto Miguel Castro Caldas Criação e Interpretações Américo Silva, Mónica Garnel, Pedro Gil, Teresa Coutinho Espaço cénico André Guedes Desenho de luz Cristóvão Cunha Música Sonata Seconda de Giovanni Battista Fontana Direção musical Marcos Magalhães (Teorba: Daniel Zapico; Violino: Nuno Mendes) Apoio à dramaturgia Raquel Castro Apoio ao Espaço Cénico Carlos Bártolo Produção Executiva Raquel Rolim Gestão e Administração Mariana Venes Comunicação João Leitão Assistência à criação Mariana Fonseca Apoios CRS Advogados, Companhia Olga Roriz, Lavandaria Deixa o Amor Passar e Luís Lemos Cabeleireiros Coprodução Razões Pessoais, Teatro Municipal de Faro e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides