Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

SÓCRATES TEM DE MORRER: A Morte de Sócrates – 1º Episódio

De Mickaël de Oliveira
©Bruno Simão
Este evento já decorreu
Datas e Horários

6 a 9 dezembro
quinta a sábado, 21h
domingo, 17h30

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Duração

1h30

Preço

€12 a €15 com descontos / Bilhete duplo: €20 a €25 com descontos

Classificação

M/16

Descrição

Mickaël de Oliveira apresenta, em simultâneo no São Luiz, os dois episódios deste espetáculo: A Morte de Sócrates e A Vida de John Smith. Um díptico, protagonizado por Albano Jerónimo, que continua o trabalho do encenador sobre teatro e política. Dos últimos três dias de Sócrates na prisão, à espera da execução capital, a um novo planeta no futuro habitado por uma elite de almas reencarnadas.

A Morte de Sócrates – 1º Episódio
Partindo da obra Fédon, de Platão, A Morte de Sócrates junta a figura reinventada de Sócrates (Albano Jerónimo), e dos seus fieis amigos, Paulo (Paulo Pinto), Pedro (Pedro Lacerda), Raquel (Maria Leite) e Ana (Ana Bustorff). A Morte de Sócrates narra os últimos três dias de Sócrates na prisão, na qual permaneceu durante um mês, período em que as festas da cidade proibiam qualquer execução capital. Os amigos de Sócrates tentam convencê-lo a permanecer vivo, apresentando-lhe hipóteses de fuga. No entanto, este mantém-se convicto de que a morte é preferível à vida, sendo o corpo um impedimento ao conhecimento puro. Contudo, depois de alguma retórica, Paulo, Pedro, Raquel e Ana confessam que estão eles próprios convencidos de que morrer é a melhor solução, apresentando a Sócrates a utopia de um mundo livre e o plano para o atingir: a constituição de um grupo terrorista e de uma Academia que o perpetue através dos tempos.

Os dois episódios decorrem nos mesmos dias, mas podem ser vistos individualmente em dias diferentes, consoante a compra do bilhete duplo ou individual.

 

FOLHA DE SALA

 

Ficha Técnica

Texto e Encenação Mickaël de Oliveira Interpretação Albano Jerónimo, Ana Bustorff, Maria Leite, Paulo Pinto, Pedro Lacerda Assistência de encenação Solange Freitas Desenho de luz Rui Monteiro Cenografia, Figurino e Vídeo António MV Apoio à criação de vídeo Maria Leite Música e interpretação Diogo Ribeiro Caracterização Jorge Bragada Adereços João Ferro Martins Direção Técnica Anaísa Guerreiro Operação de Som João Neves Fotografia Bruno Simão Direção de produção Armando Valente e Maria Albergaria Coprodução Teatro Académico de Gil Vicente e Colectivo 84

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides