Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

ANTIPRINCESAS – LEONOR, MARQUESA DE ALORNA

De CLÁUDIA GAIOLAS
Datas e Horários

1 a 7 junho

Local

Sala Bernardo Sassetti

Classificação

A classificar pela CCE
Público-alvo: m/6

Acessibilidade
Língua Gestual Portuguesa Audiodescrição

Descrição

No ciclo de espetáculos Antiprincesas, Cláudia Gaiolas estreia nesta temporada duas peças dedicadas às mulheres portuguesas que marcaram a história, Carolina Beatriz Ângelo e Leonor, Marquesa de Alorna. Leonor, Marquesa de Alorna, teve a infância marcada pela execução pública dos seus avós, os marqueses de Távora, acusados de um suposto atentado contra o rei D. José e consequente enclausuramento de toda a família. Então com 8 anos, foi enviada para o convento de São Félix em Chelas, onde permaneceu até aos 26 anos. Ali, Leonor manteve uma correspondência secreta com o pai, que a tentou educar à distância. Tornou-se uma escritora consagrada e uma mulher que nunca se deixou dominar, desafiando o poder político e a Igreja em busca de justiça e liberdade.

 

FESTAS DE LISBOA
21 e 22 junho

Ficha Técnica

Direção Cláudia Gaiolas Interpretação Leonor Cabral Dramaturgia Alex Cassal Cenografia Carla Martinez Figurinos Ainhoa Vidal Sonoplastia Teresa Gentil Produção executiva Armando Valente Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal e EGEAC – Programação em Espaço Público, em coprodução com Teatro Municipal do Porto e teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser // O teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser é uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura / Direção Geral das Artes

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides