Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

HISTÓRIAS DE LX

Teatro Meridional
Histórias de LX ©Susana Monteiro
Datas e Horários

5 a 16 junho
quarta a sábado, 21h
domingo, 17h30

 

Conversa com os artistas:
domingo, 9 junho, após o espetáculo

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Preço

€12 a €15 com descontos

Classificação

A classificar pela CCE

Acessibilidade
Língua Gestual Portuguesa Audiodescrição

domingo, 9 junho, 17h30

Descrição

“Groselha, na esplanada, bebe a velha,

e um cartaz, da parede, nos convida

a dar o sangue. Franzo a sobrancelha:

dizem que o sangue é vida; mas que vida?

Que fazemos, Lisboa, os dois, aqui,

na terra onde nasceste e eu nasci?”

Alexandre O’Neill, in ‘De Ombro na Ombreira’

O Teatro Meridional cria um espetáculo sobre Lisboa, num trabalho teatral essencialmente físico sublinhando contrastes e estereótipos inspirado na Banda Desenhada e na sua lógica de síntese. Lisboa com as suas gentes, feita de muitas gentes, mais os turistas que chegam. A Lisboa e os seus contrastes, de bairros populares e festas populares, mais a classe média, os doutorados, os apressados, os deprimidos, os artistas, os pretos, os chineses, os paquistaneses, mais os ingleses que estão por aí a vir. A Lisboa com jovens e com cada vez mais velhos. A velocidade, a diversidade, a multiplicidade. Os skates e as bengalas. As start-up, os gadgets, o café do bairro, as multinacionais e as lojas centenárias. A vida dentro e fora de casa. Ontem, hoje e o projeto do futuro.

2019
Desde a sua reabertura, a 30 de novembro de 2002, sob direção artística de Jorge Salavisa, o São Luiz Teatro Municipal, propriedade da Câmara Municipal de Lisboa e hoje gerido pela EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, assume como missão a entrega a Lisboa de um Teatro vivo, com público, enérgico, com centenas de sessões por temporada, distribuídas pelas suas três salas: Luis Miguel Cintra, Mário Viegas e Bernardo Sassetti. Aos 125 anos, vê-se como um teatro da cidade para a cidade, de todos e para todos, procurando ter um olhar atento à cultura portuguesa e às culturas do mundo. Alicerçada nas artes performativas, a sua programação desenvolve propostas diversificadas, desafiando artistas através de encomendas e coproduções, e procurando ser uma plataforma atenta às diferentes fases do processo criativo – residência, criação, produção, difusão. Inscreve, ainda, na sua missão os princípios de cooperação, partilha e solidariedade, com programas estratégicos que visam facilitar o acesso à cultura por parte dos habitantes de Lisboa.

Ficha Técnica

Dramaturgia e Encenação Natália Luiza Assistência artística e Desenho de luz Miguel Seabra Interpretação Catarina Guerreiro, Luciano Amarelo, Paulo B., Rui M. Silva, Susana Madeira, Vítor Alves da Silva, Catarina Ribeiro, Felipe Oliveira, Filipe Almeida, Joana Silva, Pedro Caetano, Telmo Duarte; e Andreia Galamba, Beatriz Peixoto, Catarina Berkemeier, Constança Brandling, Filipe Castro, Filipe Costa Morais, Hugo Teixeira, Margarida Leão, Rúben Brandão (alunos da ACT-Escola de Actores); e Cila Ferreira, Dina Félix e Maria Augusta Ferreira (Universidade Sénior de Marvila). Espaço cénico Marta Carreiras Figurinos Maria Luiz Música original e espaço sonoro Rui Rebelo Assistência de encenação Nuno Távora Assistência de cenografia Marco Fonseca Assistência de figurinos Rita Osório Produção executiva Rita Conduto e Susana Monteiro Coprodução Teatro Meridional e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides