Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website

SÓCRATES TEM DE MORRER: A Vida de John Smith – 2º Episódio

De Mickaël de Oliveira
©Bruno Simão
Este evento já decorreu
Datas e Horários

6 a 9 dezembro
quinta a sábado, 23h
domingo, 19h30

Local

Sala Luis Miguel Cintra

Duração

1h45

Preço

€12 a €15 com descontos / Bilhete duplo: €20 a €25 com descontos

Classificação

M/16

Descrição

Mickaël de Oliveira apresenta, em simultâneo no São Luiz, os dois episódios deste espetáculo: A Morte de Sócrates e A Vida de John Smith. Um díptico, protagonizado por Albano Jerónimo, que continua o trabalho do encenador sobre teatro e política. Dos últimos três dias de Sócrates na prisão, à espera da execução capital, a um novo planeta no futuro habitado por uma elite de almas reencarnadas.

A Vida de John Smith – 2º Episódio
A Vida de John Smith é o 2º episódio do díptico Sócrates Tem de Morrer. Neste episódio, Paulo, Pedro, Raquel, Ana e Sócrates (reencarnado em John Smith) acordam de um longo sono, num Museu de História Natural. São despertados por três membros da Academia: Aquela (Miguel Moreira), Aquele (Pedro Gil) e Aqueloutro (Maria Leite) que se encarregam de lhes apresentar o mundo que emergiu da utopia desenhada no 1º episódio: uma comunidade definida pela primazia da alma em relação ao corpo. Memória, linguagem, ficção, filiação, diferença e alteridade, são os temas que alimentam a discussão em que todos têm que chegar a uma decisão sobre o futuro deste novo mundo, em perigo perante uma ameaça sem precedentes numa homenagem a Fédon, de Platão, e ao cinema de ficção científica de série B.

Os dois episódios decorrem nos mesmos dias, mas podem ser vistos individualmente em dias diferentes, consoante a compra do bilhete duplo ou individual.

 

FOLHA DE SALA

 

 

Ficha Técnica

Texto e Encenação Mickaël de Oliveira Interpretação Albano Jerónimo, Ana Bustorff, Maria Leite, Miguel Moreira, Paulo Pinto, Pedro Gil, Pedro Lacerda, Raquel Castro, Solange Freitas Participação Especial Vanda Rodrigues, Coro Lopes-Graça da Academia de Amadores de Música dirigido pelo maestro José Robert Assistência de encenação Solange Freitas Cenografia António MV Desenho de luz Rui Monteiro Música e Interpretação Diogo Ribeiro Figurinos Sara Coimbra Loureiro Vídeo João Pedro Fonseca Caracterização Jorge Bragada Adereços/Satélite João Ferro Martins Direção Técnica Anaísa Guerreiro Operação de Som João Neves Fotografia Bruno Simão Tradução (Latim e Grego) Carlos Jesus Direção de produção Armando Valente e Maria Albergaria Coprodução Colectivo 84, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Viriato e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides