Saltar para o conteúdo principal Mapa do Website Ajuda de navegação e acessibilidade Web

Recuperar o Corpo

teatro dança
Direção artística Miguel Bonneville
©bonneville
Este evento já decorreu
Datas e Horários

30 e 31 outubro, 6 e 7 novembro, 10 e 11 novembro, 13 e 14 novembro

 

Local

Sala Luis Miguel Cintra, Sala Mário Viegas e Sala Bernardo Sassetti

Classificação

M/16

Descrição

Recuperar o Corpo é uma reunião de solos de um conjunto de artistas cujas atuações, projetadas para palcos que normalmente não o são (casas de banho, caves de antigos bares, latoarias…), surgem marcadas pela relação entre arte e corpo e pela necessidade de entender o ser humano e a sua relação com o seu corpo próprio. Neste projeto, dirigido por Miguel Bonneville, juntam-se espetáculos de Carlota Lagido, Maria Duarte e João Rodrigues, Odete, Rita Só e Mónica Calle, Sónia Baptista, Tiago Barbosa e Tiago Vieira. Todos se reúnem num tema abrangente: o do corpo do intérprete-criador, a partir da premissa de que não há arte sem corpo. Ao fazê-lo, existe como grande propósito a recuperação de um corpo estético pré-reflexivo que faz da sua existência uma contemplação desveladora da sua loucura, em oposição ao pensamento geral que pensa que, no desvelar da loucura, aquilo que se vai encontrar é essencialmente um corpo depressivo ou violento. O corpo aqui é um corpo singular que é experimentado na primeira pessoa e que se rebela para não se deixar reduzir ao ponto de vista exterior e geométrico que o coloca no espaço e o domestica. No limite, estes solos poderiam ser extensões uns dos outros. Revelam-nos o imaginário de artistas que não se deixam aprisionar.

FOLHA DE SALA

30 e 31 outubro
Julieta Bebe uma Cerveja no Inferno (2018), Tiago Vieira

6 e 7 novembro
A Balada de Amor e Morte do Porta Estandarte Christoph Rilke (2018), Maria Duarte e João Rodrigues
Anita Escorre Branco (2018), Odete
notforgetnotforgive (1999), Carlota Lagido

10 e 11 novembro
Haikus (2002), Sónia Baptista

13 e 14 novembro
Interior (2004), Rita Só e Mónica Calle
A Grande Sombra Loira (2013), Tiago Barbosa

14 novembro
Conversa com artistas e Publicação

Ficha Técnica

Direção do projeto Miguel Bonneville Direção técnica Nuno Patinho Textos Pedro Arrifano Design/Publicação Ilhas Produção Executiva Carina Lourenço Apoio Direção Geral das Artes e Câmara Municipal de Lisboa Coprodução Teatro do Silêncio e São Luiz Teatro Municipal

VEJA TAMBÉM

Saltar controlos de slides
CABRAQIMERA CANCELADO ×

O Teatro São Luiz lamenta informar o cancelamento da instalação Poromechanics e do espetáculo Cabraqimera, ambos de Catarina Miranda, por elementos da equipa artística terem testado positivo à Covid-19. Pode solicitar a devolução do valor do seu bilhete, até dia 1 fevereiro 2022.

Saber Mais